Menu principal
 

IFC recebe premiação internacional por projeto de Empreendedorismo do Campus Rio do Sul

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

O Instituto Federal Catarinense foi agraciado com uma medalha de ouro na premiação internacional “2020 Awards of Excellence“, promovida pela Federação Mundial de Universidades e Centros Politécnicos (WFCP, da sigla em inglês para World Federation of Colleges and Polytechnics), e que contou com a participação de 113 instituições de todo o mundo. A cerimônia online de premiação online foi realizada no último dia 27.

O Instituto foi premiado pelo “Projeto de Implantação do Empreendedorismo”, desenvolvido no Campus Rio do Sul por uma equipe de professores e servidores técnico-administrativos coordenada pelo professor Fábio Alexandrini. O programa ficou com a primeira colocação na categoria “Chair’s Awards“, que reconhece contribuições singulares à WFCP e atua como encorajamento aos recipientes para que sigam desenvolvendo as iniciativas submetidas à premiação.

A proposta vencedora foi desenvolvida nos curso Técnico em Informática e no Bacharelado em Ciência da Computação do campus, e envolve, além da inclusão do Empreendedorismo diretamente no currículo, a participação dos estudantes em visitas a diferentes empresas, incubadoras, aceleradoras de negócios e parques tecnológicos de Santa Catarina. O objetivo é auxiliar os alunos a identificar seus potenciais empreendedores e contribuir no desenvolvimento de seus próprios negócios.

“Estamos muito orgulhosos em receber esta premiação. Este é o resultado de um excelente trabalho em equipe no desenvolvimento do nos cursos da área tecnológica do Campus Rio do Sul”, diz Alexandrini. “A inclusão do Empreendedorismo nos currículos foi proposta ainda durante a estruturação dos cursos, e introduz diversos modelos de negócios aos estudantes, que podem, a partir daí, descobrir suas potencialidades. A partir daí, a promoção das visitas a feiras de empreendedorismo e também a empresas da região permite que eles conheçam as formas de gestão e apoio dos sistemas de informação nesse processo”.

De acordo com o professor, a iniciativa inclui ainda a realização do Simpósio de Internacionalização dos Institutos e Universidades do Brasil, Américas e Europa (InterUni), que oportuniza aos estudantes contato com professores e estudantes de outros países. “Como resultado, tivemos vários estudantes que foram em intercâmbio para países como Alemanha, Estados Unidos, Reino Unido, França e Austrália. Alguns destes constituíram seus negócios para prestação de serviços naqueles países, formando inicialmente empresas no regime Micro Empreendedor Individual (MEI) e depois evoluindo para outras categorias empresariais”, ressalta.

“Depois de 10 anos de trabalho, durante os quais tivemos inclusive os obstáculos iniciais da desconfiança dos alunos (e até mesmo de professores) sobre a importância do empreendedorismo em suas carreiras, o projeto conta com diversos casos de sucesso. Temos hoje estudantes com empresas constituídas  ou em fase de incubação e também participando de editais em busca de aprimorar suas ideias empreendedoras”, finaliza Alexandrini.

A WFCP é uma rede internacional de instituições de ensino que promove orientação para a implantação de educação técnica voltada para a economia global. Os membros da organização compartilham estratégias educacionais de ponta para capacitar a força de trabalho e aumentar os níveis de empregabilidade pelo mundo, e também proporcionam a troca de experiências e contatos entre as escolas e os principais agentes da área, como empresas, indústrias, agências de financiamento governamentais, entre outros.

Texto: Cecom/Reitoria/Thomás Müller
Imagem: Divulgação